[Programa de rádio][Sesc Campinas] 02/10/2013

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Programa 02 – 02 de outubro de 2013

 

SINOPSE
Equipe CBJM: Isis Lima Soares / Cesar de Lucca / Mariana Manfredi / Mariana Kz / Jefferson Santana / Tiago Luna

Equipe SESC: Geisa

 

Bloco 1: “Capitalismo: Exploração e Competição”

Cesar (mediador), João, Lucas, Gustavo, Davi, Mateus e Eliana

Reflexões sobre sistemas econômicos geram perguntas. Se as necessidades de consumo são de fato reais ou se movidas por outros interesses; se as relações e condições de trabalho vigentes condizem com alguma justiça, dada a remuneração discrepante entre esforços; e o quanto suportamos e carregamos ‘ideias lixo’, acumuladas, ao passo em que aceitamos estes mecanismos de exploração e competição.

 

Bloco 2: “Competição na Escola”

Isis (mediadora), Raquel, Carol, Ted, Dayani, Larissa, Perna e Vitor

Afinidade, aparência, gosto musical, roupa, interesse, meio social, comportamento… Um mais um, mais um e, sem o outro: ‘panelinhas’! E na escola são muitas, volta e meia crispadas entre si, tão resistentes às diferenças. As competições vêm. Brigas, chacotas, desdéns… Os motivos e consequências dessas relações, então, a serem muito observados e ainda mais discutidos.

 

Bloco 3: “Videogame”

Mariana Kz (mediadora), Maria Clara, Alex, Gabi, Vitor e Igor

Horas e horas a fio num videogame, vidrado em joguinhos de destruir/matar/arruinar, incitaria a violência? Relacionar um e outra, e especialmente aos mais novos, além de comum, é justificável? Casos recentes e reais, pesquisas relacionadas e considerações sobre alguns games são trazidos à conversa.

 

Bloco 4: “Tecnologia e adolescência”

Tiago (mediador), Jean, Tiago, Ana, Gu, João, Elisson e Marcos

Conversa passeia pelas tecnologias desta geração, entre celulares e outros aparelhos inteligentes, sem os quais é raro alguém passar sem. Desejos e necessidades, funcionalidades e futilidades, passatempos e tempos que passam… Reconhecimento do poder de atração da tecnologia, da novidade.

 

Deixe uma resposta


9 × cinco =