Programa de rádio animado do SESC Pompeia

Estou aqui para comentar com vocês sobre o programa do SESC Pompeia, do dia 28 de julho de 2012.

Então… vocês devem estar se perguntando o que de diferente esse programa teve dos demais? E eu respondo: decidimos o tema sem os mediadores e começamos a colocar vinheta no programa.

- Como assim sem os mediadores? É né… fizemos tudo sem eles, desde a escolha do tema até o que falaríamos. Na hora que eles falaram que não teríamos a ajuda deles, eu só vi a carinha de preocupados de todos, mais foi incrível porque realmente rolou uma boa conversa. E sobre a vinheta? Então sobre isso explicarei mais no final. Durante o programa tivemos 3 blocos. No 1º “direito à comunicação”, no 2º “venda de ideias” e no 3º “músicas de protesto”.

Avisaram-nos que cada bloco teria 10 minutos para depois conversarmos. O primeiro bloco foi conduzido pela Vitória, Elisabeth, Tiago Luna e eu, Pamela Lima. Nosso grupo fez pesquisas na internet e entrevista com pessoas dentro do SESC, Nas entrevistas perguntamos para as pessoas sobre seus direitos e percebemos que ninguém citou o direito à comunicação. Intrigados com isso, perguntamos se comunicação não é um direito. Rolou até uma certa ironia de algumas pessoas que disseram “lógico que comunicação é direito, aliás estamos conversando agora não é?”, Então explicamos que “a gente tem direito de fazer parte da programacão das rádios e falarmos o que pensamos”. Muitos não sabiam desse direito. Durante a preparacão desse bloco, descobrimos até que existe um site de denúncia de programas que a sociedade achar inadequado na TV, citamos o caso do “Direito de Resposta”, um programa que foi ao ar graças à denúncia de outro programa que não era inadequado. E também falamos de diversas outras coisas. Resumindo, o bloco deu bem mais de 10 minutos. Nossa, agora que estou vendo,.. realmente comentei muito sobre esse grupo, Por que será, né? Haha, lógico, era do grupo, né?

Então… foi bem bacana pesquisar e saber sobre coisas que eu não conhecia.

O segundo bloco foi feito por Juliana, Pablo e Massao. Eles falaram de idéias distorcidas pela mídia. Podemos dar uma entrevista falando de um certo assunto e a mídia publicar em sites e até na televisão o que eles entenderam e não que a pessoa queria dizer. Falaram que às vezes dão informação incompleta, como sobre as operadoras de celulares, que, agora com essa lei nova de 29/07/12, terão que incluir o 9 na frente de todos os números. Então existem 4 grandes operadoras, mas na televisão só falam de 3 delas. Por que será? Será que a operadora pagou para não publicarem coisas sobre ela? Então… essas foram questões que eles questionaram.

O terceiro bloco foi da Maricota, Mayara, Anne, Isa e Nancy. Eles falaram que existem muitas músicas que falam de protesto. Também existem músicas que querem passar uma certa idéia e usam palavras de duplo sentido, que diz uma coisa mas querendo dizer outra. Durante os programas o Thales e o Maurício, assim que acabava um bloco comentavam entre si como tinha sido o bloco, se eles tinham alguma pergunta e também diziam se tinham gostado. Foi diferente e engraçado. Eu gostei muito da idéia dos dois. Então no final acabou que foram 3 blocos de… se não me engano 50 minutos

É, realmente tínhamos muito o que dizer. Então gente, é isso ai. Depois de ler esse breve textinho, escutem o programa e tirem suas próprias conclusões.

 

Pamela Lima, 16 anos  – SESC Pompeia

 

Deixe uma resposta


quatro × = 16